Gratidão?

Deus nos dá tanto… E o que damos a Ele?
Quando acordamos toda manhã, estamos em uma cama quentinha e aconchegante… ?Puxamos? o ar com vontade, e respiramos mais um dia… Finalmente vamos para cozinha, tomamos aquele café… Talvez não tenha nada o que esperávamos, mas matamos nossa fome…
Assim começa nosso dia… Temos força para trabalhar, estudar, em casa ou fora dela, não importa! Temos saúde suficiente para gastarmos energia! Passamos à manhã toda usando sentidos simples que nem notamos… Tato… Paladar… Olfato… Visão! Lemos placas de trânsito, simples não é? Mas quantas pessoas não sabem nem se quer ler seu nome!
Chegamos à mesa novamente… ALMOÇAR! Reclamamos que não gostamos de ovo… Não gostamos de suco, queremos refrigerante… E nem paramos para pensar que existem pessoas, ou melhor, mães, que não tem nem água ou ovo para dar a seus filhos… Crianças que choram por um pedaço de pão… E o ?mundo? as oferece drogas, bebidas, prostituição e nunca um prato de arroz e feijão…
Tudo bem… Reclamamos que temos que lavar a louça.
Poxa! Quantas mulheres gostariam de ter pelo menos água potável em sua casa uma vez por dia!
Bom ai se foi metade de um dia! Temos à tarde…
Trabalho escolar ou prova, talvez reclamações dos patrões insatisfeitos, ou até mesmo um sofá, uma pipoca, um filminho… Cada um na sua rotina…
Mas eu pergunto… Está bom? Ou nos encaixamos nas reclamações abaixo:
Patrão chato… Preciso de outro emprego!
Ai eu tenho prova, que tédio…
Hum… Eu aqui nesse sofá sem nada pra fazer!
Acaba-se a tarde… Deu fome? Comemos uma fruta, uma bala… Temos sede? Tomamos água, suco…
E então… Chega à noite…
O cansaço é tanto que nem queremos ouvir nossos pais… Até um ?boa noite? irrita!
Uma pergunta é motivo de briga!
Jantamos para matar a fome, sem pensar que a comida não é refugio e sim benção!
Temos aquele chuveiro quentinho, gostoso… Um sabonete cheiroso… Uma toalha e um pijama limpinho…
Para dormir temos nossa cama, novamente deliciosa!
Pegamos no sono reclamando que amanhã tudo vai se repetir…
Reclamando que nossos pais exigem demais de nós…
Reclamando que a janta estava ruim…
Reclamando da chuva, do frio, do calor, do vento, da temperatura!
Reclamando…
Reclamando…

Será que estamos sendo gratos?

Reclamando…


O dia amanhece… E tudo se repete…
Nem lembramos de dobrar os joelhos e dizer: OBRIGADO!
Ai… Acabamos passando uma dificuldade!
Falta dinheiro… Nossos pais adoecem…
Falta comida na dispensa… Sentimos-nos feios, incapazes…
Falta vontade de viver… Falta esperança…
Ou até mesmo entramos em um deserto espiritual por nossa própria vontade…
Ai… Olhamos para o céu e mais uma vez reclamamos!
Questionamos: Por que meu Deus? Por quê?
Eu não mereço…
Ai Deus de lá olha e diz…
Tudo o que plantamos nessa vida, colhemos…
Plantamos ingratidão e queremos colher vitória…
Plantamos falta de vontade e queremos colher uma vida plena…
Plantamos desobediência e queremos colher benção…
Ou então… Não plantamos nada que agrade a Deus e conseqüentemente colhemos nada que nos agrade!
E ai novamente agradecemos, certo? Não! Reclamamos…
As pessoas tem a tendência de lembrar de Deus somente quando precisam, então Ele gera situações que façam com que elas precisem mais e mais dEle… Doenças… Financeiro, sentimental… Só assim as pessoas se chegam a Deus…
E o pior somente pelo que Ele pode dar… Não pelo que Ele é…
Elas como eu precisam passar por um momento desesperador, sem saída… Com um mar na frente pra que sem sacrifícios elas dobrem os joelhos e declarem que realmente precisam do DEUS DO IMPOSSIVEL! O Deus que abre o mar… Ou faz seus servos andarem por sobre as águas…
Com a provação, geramos perseverança…

 

Nosso Deus não é carrasco! Ele é amoroso!
Se passamos pelo que passamos é por não termos um coração grato a alguém que colocou do nosso lado pais maravilhosos, irmãos saudáveis, um emprego, uma instituição de ensino superior, vestes, alimento, conforto…
Deus nos ama de tal forma que deu seu filho, JESUS CRISTO pra se dar por nós…
E após momentos de desespero, declaramos nossa gratidão á Ele…
Eu declaro minha gratidão a Ti Senhor…


Obrigada…
Obrigada…

Somos seus filhos…                Filhos do rei…

2 Respostas para “Gratidão?

  1. Muito Bom, relembrar–nos de tudo, dos detalhe da vida que quase nem notamos no dia-a-dia, só quando nos falta!
    Deus abençoe*

    Curtir

Seu comentário é importante para nós! :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s