Reflexão- O Fim da historia é vitoria

O Fim da historia é vitoria

Todo ser humano, sempre tem sua atenção despertada para ouvir ou mesmo para ler belas histórias, belos enredos e tramas, que culminam com um final feliz. Sempre torcemos por um belo final das histórias que ouvimos.

DEUS ESTÁ ESCREVENDO

Do Início ao desfecho

“Os teus olhos viram meu corpo ainda informe, e no teu livro todas essas coisas forma escritas, as quais iam sendo dia a dia formadas, quando nenhuma delas ainda havia” (Sal.139:16). Nada escapa ao seu controle: Do ventre até o desfecho final…

Ele altera o roteiro

A história de Mefibosete é o melhor exemplo disso: Quando esperava terminar sua história em Lo-Debar, completamente esquecido por todos, longe do palácio real, onde seria seu habitat, é chamado por Davi, para assentar-se a mesa do rei. Deus alterou o roteiro…

Não podemos fugir da história

O maior problema é que queremos fugir da história de Deus, assumirmos o controle e escrevermos nós mesmos. A pior coisa é quando queremos interromper a história de Deus, isso pode custar caro:

a) Abraão tinha a promessa de Deus, que seria abençoado e pai de uma numerosa multidão.

b) Como a promessa não se cumpria, tentou ajudar a Deus, ouvindo sua mulher e recebendo como mulher a Agar sua escrava, tendo um filho com ela: Ismael que ele julgou seria seu herdeiro, sendo repreendido por Deus dizendo que a história seria escrita em Isaque (Gen.16:18e 19).

c) Isto custou a Abraão 13 anos de silêncio de Deus, atrasando todo o calendário divino, o processo de Deus.

As histórias de Deus sempre têm um final feliz: Diferente do Titanic, que teve um fim trágico, as histórias de Deus sempre terminam bem:

a) Se a história de José terminasse na prisão seria uma péssima história.

b) Se a história de Jonas terminasse no ventre do peixe, seria uma lástima.

c) Se a história de Estevão terminasse somente com pedradas sobre seu corpo, seria uma derrota profunda, mas terminou linda: “…eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem em pé, à destra de Deus”(At.7:56).

d) Se a história da mulher adúltera terminasse com apedrejamento, mostraria impotência de Jesus para mudar a história, mas terminou com o perdão de Jesus.

e) Se a história de Jesus terminasse no túmulo, nenhuma outra história seria capaz de terminar bem, mas ele ressuscitou, assegurando a vitória de nossa história.

Conclusão: Diferente de todas as histórias que terminam com um “The End” ou “Fim”, as histórias de Deus terminam com “Vitória”.

Anúncios

Seu comentário é importante para nós! :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s