Arquivos do Blog

Evangelismo!- Lavrando a terra e plantando a semente…

Olá pessoal,

Estava meditando na Palavra de Deus e Ele orientou-me uma palavra que está em Gênesis 2;5 que diz:

“5  E toda a planta do campo que ainda não estava na terra, e toda a erva do campo que ainda não brotava; porque ainda o SENHOR Deus não tinha feito chover sobre a terra, e não havia homem para lavrar a terra.”


E ao fazer o meu plano de estudo, percebi algo bastante interessante se levarmos esta passagem para o assunto EVANGELISMO.

“Não havia homem para lavrar a terra…”

Em toda plantação, a terra precisa ser arada, a semente então lançada e depois regada com água para que então, a semente venha ser germinada.

Da mesma forma o coração de uma pessoa é esta terra, que pode está seca ou não. Mas para verificar a condição desta terra existe VOCÊ!

Isso mesmo, você que lê agora tem a missão de preparar o coração das pessoas que ainda não conhecem ao Senhor,  para que você possa ” plantar” a Palavra de Deus e assim Ele fará a parte dEle e regará a terra para que a semente nasça,cresça, fique firme e produza na estação adequada, os frutos que lhe são próprios.

Você… Nós… temos, ao contrário do que muitos pensam, o dever de levar àqueles que estão feridos, tristes, frustrados e contrários  aos ensinamentos de Cristo, a semente e planta-la nesta terra.  Somos nós que fazemos esta parte, e Deus é que mandará depois a chuva responsável por todo crescimento da planta que se desenvolverá de acordo com o tempo, ou seja, quando plantamos algo ele nasce de imediato? Não, pelo contrário ele demora até brotar, logo não pense que plantando agora a semente da Palavra de Deus no coração de alguém ela vai nascer rápido, é todo um processo que se concretizará se dono dessa lavoura ( VOCÊ ) se dedicar e cuidar da sua plantação.

O que quero dizer com isso?

Que quando você evangeliza uma pessoa, não seja apressada em querer logo os resultados, simplesmente não desista dela ( até mesmo daquelas pessoas que você acha quase impossível aceitar a Cristo, se lembre que não existem impossíveis  para Deus [Mateus 19;26]…). Assim como em uma plantação, a evangelização é composta por fases, o que você faz agora é arar a terra.

E sempre se lembre que a maior pregação é o testemunho e o exemplo de vida que damos, sendo assim você, aquilo que realmente prega, pois esta “terra” (esta pessoa a qual evangeliza) vai utilizar do seu testemunho para ver se realmente o Deus que tanto você fala, produz os frutos que você diz.

Se consagre, ore ao Senhor e ele concederá o desejo do seu coração. Sempre que Deus te tocar em fazer algo para espalhar as boas novas, faça AGORA, e HOJE, por que amanhã a inspiração do Espírito santo pode estar diferente dependendo do tamanho da sua fé.

E principalmente:

“Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?”  (Mateus 16 : 26)

Vigie para que os SEUS frutos sirvam de exemplo, pois assim as outras pessoas vão querer provar do mesmo Deus que você serve!

Amém?!

P.S: Se alguém for copiar este post colocar os créditos vísiveis deste blog.

Em Cristo,

Ministros da Alegria

“Pelos seus frutos os conheceres”- Foco: Cuidado com aquilo que você fala!!

Abra sua bíblia em Mateus 12;33-37

A árvore e seus frutos


33. Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.
34. Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.
35. O homem bom tira boas coisas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más.
36. Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.
37. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado.

Bom meu caro leitor, agora irei fazer um estudo com você sobre assuntos muito presentes em nosso dia a dia, alguns até que passam desapercebidos. Então vamos seguir fazendo a nossa primeira analise do versículo 33:

É pelo fruto que se conhece a árvore. Se você pegar uma goiaba, você dirá que ela veio de uma macieira?

Claro que não!

A mesma coisa somos nós, produzimos nossos frutos.

Devemos dar os frutos do Espirito Santo e não fazer as obras da carne, como diz lá no livro de Gálatas 5;16-26, pois é através dos nossos gestos que representamos Deus aqui na terra.

Que ter um exemplo? Quando encontramos pessoas que não xingam, se vestem com dignidade, com respeito, ajudam o próximo, tem gestos de carinho com aquele que nem conhece, é humilde, fala as palavras que vem de Deus, que não julgam as pessoas pela aparência, nós logo a classificamos como uma pessoa temente a Deus, que serve ao Senhor.

Agora aquelas que falam mal das pessoas, é arrogante, não se importa com os outros, xinga, julga as pessoas com rigor e severidade, procura briga por qualquer coisa, implicante e coisas do tipo, você logo percebe que ela não serve a Deus e é infelizmente mais um que anda no caminho largo e espaçoso ( Mateus 7; 13-14).

“Pelos seus frutos os conhecereis” (Mt 7;20). Temos que vigiar, perante aquilo que falamos e fazemos, pois se somos de Deus temos que produzir os frutos e os benefícios que Ele nos oferece, como por exemplo o perdão e a misericórdia; devemos imitar a Deus (Efésios 5;1).

Versículo 34:

Aqui Jesus se refere a aqueles, que são falsos, fingidos. Você já conheceu uma pessoa falsa? que é considerada a famosa duas caras? Até mesmo aqueles que  dizem ser cristãos mas não são, que parecem ser espirituais mas demonstram aquilo que não é? que parecem ser confiáveis mas são de total desconfiança? Jesus os classifica como víboras, e as víboras são cobras venenosas; vejamos como se comporta uma cobra: silenciosa, parece aquilo que não é, espera o melhor tempo para atacar e além de tudo tem uma  língua  grande! E se  particularizarmos a língua da cobra (apesar de  que a língua deste animal serve para sentir os cheiros, vibrações, calor já que elas não enxergam muito bem,) perceberemos que ela é cortada ao meio, logo possuindo duas pontas e se fôssemos encaixar no contexto aqui falado  compararíamos esta língua com a nossa ( no sentido figurado), pois temos duas escolhas: Ou falamos coisas boas, ou coisas ruins e até mesmo as duas ao mesmo tempo e é neste momento que podemos ver quem é realmente Filho de Deus ou não, pois com Deus  não existe palavra de derrota.

No mesmo versículo ele ainda diz: ” O que há em abundância no  coração,  disso fala a boca.” Se o seu coração  está cheio,  de mágoa e ódio, você  consegue falar coisas  boas? Se você está  decepcionado com alguém, no  momento não  vem uma espécie de raiva e de  tristeza? Ou se  você está muito alegre,  feliz, confiante, achando que nada pode te deter, você consegue dizer palavras de tristeza? Não! você fala palavras positivas é por isso temos que nos regozijá pelo o que Cristo fez por nós na cruz, pois ainda há solução e SALVAÇÃO; então se alegre para confessar todos os dias coisas boas e que honrem o nome de Jesus.

Versiculo 35: Assim como afirma o versículo, o nosso bom tesouro é o nosso coração, portanto devemos  assistir, lê, fazer e praticar coisas boas para que assim venhamos a ter coração bom, sentimentos bons, e intenções ainda melhores. Pois só assim produziremos frutos agradáveis ao Senhor no nosso dia a dia.

Se os seus frutos forem maus, o que você espera da sua safra? SE VOCÊ SÓ DECLARA COISAS RUINS O QUE VOCÊ ESPERA DA SUA VIDA? Costumo dizer que somos aquilo que falamos. Nossa vida é reflexo daquilo que determinamos e pensamos, Quer ter um bom exemplo? Muitas vezes acordamos já com este pensamento:

• Hii! já vi que hoje meu dia não via ser bom…

• Já vi que vou ficar doente!

Ou aquela famosa frase: • Eu acho que eu não vou consegui… =/

[ A partir daquele momento, você mesmo amaldiçou a sua vida, com suas próprias palavras... "De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim."  (Tiago 3 : 10) ]

Quem nunca proferiu algumas dessas frases, ou até mesmo coisas piores? são tantas frases de derrota que a nossa boca profere, que perdemos até a conta…

“Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.”  (Tiago 1 : 19)

Houve aqui mesmo no blog um testemunho que disse que de tanto falar que a sua irmã era um Exú ( ta repreendido) na vida dela, que realmente ela se tornou um!

As palavras tem poderes,  meus irmãos, por isso declare que a partir de hoje iremos nos esforçar para declarar  boas coisas, que edifiquem nossos corações e não que o destrua mais ainda.

Existem também uma dificuldade grande para aqueles que se converteram a pouco tempo e que na sua vida de outrora, xingava muito e quando se depara em um mundo evangélico diz? Meu Deus e agora? Não posso falar estas torpezas! E é nessa hora que a nossa carne mais uma vez entra em conflito com o espirito, onde nessa batalha o objetivo do cristão e o de Deus é que o Espirito vença e não a carne, nesse momento é que devemos nos controlar, trocar aquela palavra por outra, mas não com o mesmo sentido né galera? Mas com o sentido contrário! Devemos orar a Deus pedindo que Ele nos controle, e dizer ao Senhor que use a sua boca, para proferir as maravilhas dEle e não maldição. Peça para que o Senhor mude o seu vocabulário e que toque na sua boca, assim como fez com Jeremias ( jeremias 1;9: ” E estendeu o SENHOR a sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o SENHOR: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca.”

Aleluia! Que lindo, imagine as palavras de Deus em sua boca?! Faça isso… mesmo que seja difícil no começo; a transformação às vezes é lenta, não é como um estralar de dedos, porém se buscarmos de Deus está transformação todos os dias, ela com certeza virá mais rapidamente!

Versículo 36 e 37: Você sabe o que significa ocioso? Segundo o dicionário, a palavra que mas se encaixa nesse contexto é: improdutiva, inútil… Então para que falar palavras inúteis se elas servirão de condenação para você no Dia do Juízo? A sua boca é uma porta onde pode entrar e sair bençãos ou maldições. faça uma auto – analise:

• o que eu tenho falo ultimamente?

• O que eu digo reflete em minha vida?

• Será que eu não ando maldizendo meu irmão?

• Será que as minhas palavras estão machucando as pessoas?

• Eu falo coisas desagradáveis para quem está perto de mim e principalmente para Deus?

• Eu chamo aqueles a quem devemos amar, com expressões muito famosas como: Idiota, abestalhado,tolo etc? (Mt5;22)

Uma coisa é certa, o que não falta são opções de palavras para descrever a raiva, o ódio, indignação; sabe por que?

O DIABO TEM INVESTIDO PESADO PARA QUE VOCÊ DIGA COISAS RUINS, E ASSIM COM SUA PERMISSÃO (POIS ELE ENCONTROU UMA BRECHA EM VOCÊ) ELE POSSA ENTRAR NA TUA VIDA E TE DESTRUIR AOS POUCOS.

Por isso:

Tome conta da sua boca!

____________________________________________________________
Esta pregação serve para todos nós, inclusive para mim que escrevo a vocês, leitores do blog MDA. Peço que esta palavra seja transformada em benção em sua vida, que Deus possa utiliza-lá como ferramenta de evangelização. Viva e pregue a Palavra do Senhor!

P.s Se forem utilizar este material em outro site favor, colocar a fonte do nosso blog, Ok ;D

A Paz!
Em Cristo
Ministros da Alegria!
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 930 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: